• Postado: 10/09/2014 - 02:28
  • editado: 10/09/2014 - 02:28
  • Autor: pbatual
«« Voltar

Corpo de agricultor é encontrado amarrado dentro de cacimbão, no Sertão

Veja:

A violência não dar trégua em Brejo dos Santos, município com pouco mais de seis mil habitantes, mas que apresenta índices alarmantes de homicídios, decorrentes de brigas e rixas entre famílias, que vem ao longo dos últimos anos fomentando a criminalidade na cidade, que já foi denominada de ‘terra dos médicos’, face ao grande número de brejo-santenses formados em medicina.

Na manhã desta terça-feira (09), populares encontraram o corpo de um homem, que estava com as mãos amarradas para trás, dentro de um cacimbão, na comunidade de Carnaubinha, zona rural de Brejo dos Santos.

O corpo encontrado trata-se do agricultor Geraldo Gonçalves Ferreira, 45 anos de idade, que residia bem próximo de onde foi morto, na comunidade Carnaubinha, mesmo local onde outro agricultor foi executado no último domingo (06).

Peritos da Polícia Civil de Cajazeira foram acionados, e com a ajuda dos homens da 1ª Companhia Independente de Bombeiros Militar de Catolé do Rocha, composta pelo Tenente Barbosa, e os Soldados Nil, Morais  e Marinho, içaram o cadáver, retirando-o de dentro do cacimbão. Segundo constatou a nossa reportagem, o corpo já estava em adiantado estado de putrefação, sendo necessária a remoção imediata o IML de Campina Grande.

Entenda o caso

Segundo depoimentos de familiares da vítima, o agricultor saiu para caçar de baladeira, por volta das 16h00 do último domingo (07), e não retornou mais para sua residência.

Os familiares deram pela falta de Geraldo Gonçalves desde ontem (segunda-feira, 08), e com a ajuda de vizinhos iniciaram uma busca minuciosa na tentativa de encontra-lo, fato que veio a acontecer por volta das 10h30 de hoje (terça). Para surpresa, o agricultor foi encontrado dentro do cacimbão, já sem vida e com as mãos amarradas para trás, com características de execução.

O agricultor encontrado morto nesta terça, é primo do outro que foi executado no último domingo, e segundo as primeiras informações, o dois crimes podem ter sido praticados pelos mesmos algozes.

Um detalhe também chamou a atenção dos peritos, é que bem próximo ao cacimbão (cerca de 20 metros) existia uma mancha semelhante a uma poça de sangue, o que deu a atender, que a vítima foi executada antes de ser atirado dentro do calabouço.

 

Com Aparecida1 

Comentários (0)

        Publicidade
        0
        0
        0
        0
        0